Associado

In Situ - Conservação de Bens Culturais, Lda.
Número de Associado: 96
In Situ - Conservação de Bens Culturais, Lda. Rua Raúl Brandão, n.º 114
2765-548 São Pedro do Estoril
Tel.: 214671470
Fax.: 214671470
E-mail.: insitu@insitu.pt
Sítio.: www.insitu.pt
Responsável Fátima de Llera
Principal atividade

Estudo e valorização do património histórico móvel e imóvel no âmbito do decreto-lei 140/2009. Projetos de reabilitação e de conservação e restauro. Consultoria sobre o património cultural e controle técnico de obras. Levantamentos técnicos do património construído, estudo e diagnóstico de anomalias para projetos de conservação e restauro. Recuperação do património arquitetónico e arqueológico. Intervenção de conservação e restauro do património histórico integrado, móvel e imóvel.
Classificação GECoRPA Informação não disponível
Capital próprio
Volume de Vendas Informação não disponível
Rácios oficiais O que é?
(Portaria 274/2011 de 26 de Setembro)
Informação não disponível

Qual o seu significado?

Os serviços que as empresas associadas da APPC prestam podem ser agrupados nas quatro seguintes classificações (tipos de serviços):

  • Estudos e Projetos de Arquitetura e Engenharia;
  • Gestão de Empreendimentos da Construção;
  • Consultoria de Organização e Gestão;
  • Formação.
Para mais informações, consultar o sítio da APPC.

Indíce Dun&Bradstreet

A primeira parte do Índice, uma letra ou um algarismo e uma letra, denota a capacidade financeira da empresa, e baseia-se na sua situação líquida.

Por exemplo:
  • "H" significa uma capacidade financeira de menos de 1 500 contos,
  • "A" uma capacidade financeira acima de 75 000 contos,
  • 1A uma capacidade financeira acima de 150 000 contos.

No caso de não dispor da situação líquida, a D&B baseou-se apenas no capital social, aparecendo, neste caso, a letra em duplicado. A segunda e última parte do índice, algarismo que varia entre 1 e 4, mede o risco empresarial.
Significado:
  • 1 - mínimo;
  • 2 - reduzido;
  • 3 - moderado;
  • 4 - elevado.

  • Exemplo: 1AA2: empresa com capacidade financeira acima de 150 000 contos (determinada com base no capital) e risco reduzido. Para mais informações consultar o "Rating Book" da D&B.

Os indicadores de liquidez geral e autonomia financeira são definidos nos moldes da Portaria n.º 274/2011 de 26 de Setembro, de acordo com a aplicação do novo Sistema de Normalização Contabilística:

a) Liquidez geral = ativo corrente/passivo corrente;
b) Autonomia financeira = total do capital próprio/total do ativo líquido.

Segundo a mesma portaria, os valores de referência destes indicadores e são os seguintes (Classes 2 a 9 dos alvarás)
Liquidez geral: 100%; Autonomia financeira: 5%.

© Copyright Gecorpa. Todos os direitos reservados.
Develop By: Primeway - Creative Business Solutions